Aviso à praça

janeiro 30, 2009

Comunicamos aos milhares de ouvintes que esta budega está fechando. Calma, minha comadre, largue esta gillete, não precisa se matar. A senhora ainda vai poder continuar ouvindo a voz rascante deste vibrante e vibrático locutor no seguinte e simples endereço.

WWW.VICTORIAQUAESERATAMEN.WORDPRESS.COM

Repetindo.

WWW.VICTORIAQUAESERATAMEN.WORDPRESS.COM

Agora, quero ouvir o grito do multidão. Meu povo legal, meu povo jóia, futebol agora é aonde?

Futebol? futebol é aqui, ó

WWW.VICTORIAQUAESERATAMEN.WORDPRESS.COM

Anúncios

And the winner is…

janeiro 28, 2009

Atenção, senhoras e senhores, é com a alma lavada e encharcada de emoção (dá-lhe Odorico!) que lhes informo sobre o sucesso da enquete que promovemos para renomear esta briosa emissora. Modéstias às favas, em verdade vos asseguro: foi um dos mais importantes e abrangentes movimentos de participação popular da história de Pindorama, um marco na democracia tupininquim.

É óbvio que em eventos desta magnitude não há como escapar das tradicionais tentativas de suborno, compra de votos e outras mumunhas que nos são caras, porém a impoluta junta apuradora garantiu a lisura do pleito. Trabalho, trabalho mesmo, quem teve foi o nosso Departamento de Matemática Aplicada à Enquetes (DMEA), que quase não conseguiu sistematizar a tempo todas as informações dos leitores. Também pudera. Inventei de realizar tão fundamental atividade cívica concomitantemente com o desenrolar do emocionante campeonato baiano. Mas, quem não aguenta vara que peça cacetinho. O fato é que, depois de tensas reuniões, o nosso DMEA enfim apresenta ao distinto público os resultados. Ei-los.

http://www.ingresiarubronegra.wordpress.com obteve 82,14% dos votos.

http://www.bitoriacarajo.wordpress.com 29,42%

http://www.segureacabecitadelamadre.wordpress.com 15,87% e

http://www.victoriaquaeseratamen.wordpress.com 0,0018%

Diante disso, declaro que a partir deste momento esta briosa e intimorata emissora passa a se chamar www.victoriaquaeseratamen.wordpress.com

O quê? Como?

Nécaras. Não tem aparte nem questão de ordem, nobres deputados. A questão já foi decidida democraticamente. E o nome sugerido pelo leitor Renato K. foi o escolhido.

O quê? Como?

Não, senhor deputado. É claro que a escolha não tem nada a ver com a pequena contribuição financeira que ele deu para amenizar as dores de minha maltratada conta bancária. A Bahia e uma banda de Sergipe me conhece e sabem que não me deixo subornar por tão pouco.

O quê? Como?

Chega!

Bom. Como não há mais orador inscrito, não há mais ata para ser lida, invoco a proteção de Deus e declaro encerrada a presente sessão.

P.S Quaisquer dúvidas, reclamações, inquirições, indagações favor dirigir-se ao pé do caboclo no Campo Grande. Os renitentes podem também se queixar com o bispo, ou melhor, com o arcebispo Geraldo Majjela. E como ainda não perdi meu espírito cristão, recebam de cortesia o endereço da Arquidiocese de Salvador: Av. Leovigildo Filgueiras, 270 – Garcia, CEP: 40 100-050 – Salvador -Ba. Telefone: (71) 4009-6666 E-mail: contato@arquidiocesesalvador.org.br. P.S. 2 Pra encerrar, mais uma prova de que sou um homem democrático. A caixa de comentários continua aí para que vocês exerçam o sagrado direito ao jus sperniandi.

Deus lhes pague.

TV, máquina de fabricar terroristas

janeiro 26, 2009

Antes de começar a mais esperada resenha esportiva do Norte e Nordeste de Amaralina, uma digressão. Seguinte é este. Nos primórdios da TV, quando nossa atrasada e oximorística modernidade começava a invadir os corações e mentes dos habitantes de Pindorama, Tia Zulmira, personagem do genial Stanislaw Ponte Preta, largou a seguinte a definitiva assertiva sobre o novo aparelho: “É uma máquina de fazer doido”.

Tal avaliação, por atemporal, continuava atual até o início do campeonato baiano. Porém, depois das transmissões da Record, a TV deixou de ser um equipamento de fazer maluco para se transformar numa máquina de fabricar terrorista. Afinal, mesmo para este pacífico locutor, é impossível assistir a uma partida na referida emissora sem ficar com vontade de matar pelo menos três pessoas. E ontem, no jogo entre Vitória x ECPP não foi diferente. Vá matar o demônho! (deixe escrito desta forma mesmo, revisor fiduma santa).

Será que não tem uma única pessoa com o mínimo de senso de noção naquela zorra? Como é que aqueles burocratas não perceberam que lá em Vitória da Conquista se desenrolava o mais importante jogo da rodada e um dos mais importantes do certame? Como? Oh, Senhor Deus dos desgraçados, em que nuvem negra se esconde que não toma logo uma providência? Por que diabos Vossa Excelência deixa que estes energúmenos fiquem interrompendo a peleja da década para mostrar um baba da porra lá no Estádio Roberto Santos? (quem chama o estádio de outro nome é a torcida do Itinga que gosta de rima rica).

Não bastasse sermos obrigados a enfrentar a poderosa e espúria aliança entre o pefelê, pemedebê, petê, governador, STF e Ibama, agora ainda vamos ter que derrotar também a TV Record. Amigos, em verdade vos confesso: é praticamente impossível orientar a equipe com a porra daquela emissora interrompendo a transmissão a todo instante. Até mesmo este concentrado locutor comete um descuido. (Como se já não bastasse a MOÇA GERASAMBA). E foi assim que, aos oito minutos, depois deste tumulto televisivo, pisei em astros distraído e o ECPP meteu 1 x 0.

Mas, não adianta. Pode entrar quem mais quiser nesta aliança macabra que brocaremos este TRI. E por que tenho esta certeza? Seguinte. Nas Condições Normais de Temperatura e Pressão (CNTPs), Apodi, nosso brioso lateral (ala é a puta que o pariu), não consegue controlar nem o pé. Pois muito bem, torcida brasileira. Ontem, o referido realizou o que parecia impossível: botou a cabeça no lugar e meteu um golaço aos 48 do 2º tempo. Depois que vi ele imitando Dadá Maravilha cheguei à conclusão de que só existem duas hipóteses para o espantoso fenômeno de Apodi ter conseguido fazer um gol de cabeça: ou o mundo acaba agora em fevereiro ou levantaremos a taça no dia 3 de maio.

Umbora Bitória, Carajo.

 

P.S. A quem interessar possa.

Fiz uma análise isenta e abalizada sobre a rodada do último domingo exclusivamente para o melhor site de futebol da América Latina  e adjacências, o glorioso IMPEDIMENTO.

Confiram no WWW.IMPEDIMENTO.WORDPRESS.COM  

O título da matéria é Troféu Dendê 2009.

Haja nervos de aço!

janeiro 22, 2009

Faz-se mister, de quando em vez, deixar a graça de lado. E ontem foi um destes dias. Logo cedo, após acordar com o psicológico abalado, decidi chutar as piadinhas para o escanteio e optei pela compenetração. Aliás, minto. Na verdade, deixei a emoção falar mais alto, com aquela ansiedade típica de criança que vai viajar e um nervosismo maior do que casal de namorado que ainda não deu o primeiro beijo. Um alvoroço dos seiscentos!

Alguns incautos podem até achar que estou sendo hiperbólico. Outros, maldosos, ao verem este linguajar emotivamente derramado, já insinuam que este masculinástico locutor se androginou, tal e qual aquele camarada da canção de Benito de Paula Luiz Ayrão (valeu, Anrafel) . Mas, eu digo nécaras.

E digo nécaras, afinal, porque havia um motivo de força maior para esta minha variação de humor e de estado emocional. Ei-lo: exatamente às 20h30 iríamos enfrentar a temível equipe do Colo-Colo no Estádio Mário Pessoa, em Ilhéus.

Para os que ainda acham que faço drama ou graça, eis alguns informes tenebrosos: o último triunfo do brioso Rubro-Negro naquela praça esportiva datava de 2003, o que, segundo a matemática moderna, dá exatamente seis anos de jejum. Não bastasse isso, rondava no ar o espectro da TRAGÉDIA de 2006, quando perdemos a chance do inédito PENTA em duas partidas de virada e levando quatro gols.

Some-se a isto mais duas fantasmagóricas coincidências: o retorno do carrasco Ednei e do lateral direito (ala é a puta que o pariu!) Alex Santos à destemida equipe ilheense. E os dois estavam com gosto de sangue na boca. O primeiro, porque foi provocado bisonhamente por nosso comandante  Mancini, que disse não saber se o tal atacante “era branco, negro ou japonês”. Já o outro, porque pertence ao Vitória, mas novamente foi enjeitado, igualmente como aconteceu em 2006.

Mas, isto são só prolegômenos. O pior vem agora. Ligo a TV e ouço a voz fanhosa e os comentários imbecilizados de Raimundo Varela. Logo em seguida, entra em campo o árbitro Arilson da Anunciação num modelito mais apertado do que aquele que trajava a MOÇA GERASAMBA. Penso com meus paranóicos botões: Fudeu Maria preá.

E as piores previsões parecem que vão se concretizar. Menos de cinco minutos de bola rolando e Alex “Macaco” Santos cai pela lateral direita (ala, repito, é a puta que o pariu) fazendo mais estripulias do que chipanzé em zoológico. E dribla, e chuta e deixa minha zaga completamente atordoada. Alguns minutos depois e o juiz mostra que, apesar de não entender de indumentária, conhece outras artes, como por exemplo a do furto qualificado. E ignora um pênalti claro, e depois outro. Só não desligo a TV porque sou um homem de fé e também porque tenho boa potência na voz. Assim, grito para Jackson: Chuta a porra da bola, carajo. E ele dispara um torpedo de fora da área, furando a rede e as porra. Depois oriento Washington, que também manda uma para o barbante.

Mas, com apenas 2 x 0 no placar, o filha da puta do juiz inventa de dar três infindáveis minutos de acréscimo. Para sorte dele (juro que ia dar uma surra de cansanção no sacana quando ele voltasse a Salvador) e de minhas 12 pontes de safena, nada de mal acontece. E aqui estou são e salvo para discorrer sobre os aspectos táticos da peleja.Aliás, melhor não. O telefone tá caro, já falei muito e o nível técnico das duas equipes ontem não merece mais nem uma linha. Ademais (recebam, sacanas, um ademais no parágrafo final) preciso fazer uns gargarejos para orientar a equipe contra a poderosa agremiação de Vitória da Conquista no próximo domingo.

Umbora Bitória, carajo!

Jovens, alistem-se

janeiro 20, 2009

Não sei se vocês estão sabendo, mas o ano da graça de 2009 já começou. E, por conta desta mudança no calendário, faz-se mister alterar também o nome do blog, que ainda carrega o peso do ano passado.   

Como sou um sujeito afeito à democracia (eufemismo que criei para minha falta de criatividade), solicito à  qualificada e culta audiência sugestões de nomes para o blog novo, que, na verdade, continua o mesmo, com as mesmas chibanças pebolísticas (eu falei pebolismo, hereges).           

De saída, pensei nestes dois que seguem abaixo e que explico mais abaixo ainda.

www.bitoriacarajo.wordpress.com

www.ingresiarubranegra.wordpress.com

O primeiro, o bitória, é porque este ano disputaremos a suda e temos que hablar diversos idiomas. E Bitória, segundo me assegurou o avô do menino Borba, significa Vitória em Basco Castiço.

Já o último, o ingresia rubro-negra, remete ao nome de meu outro blog.

Pronto. Tudo que tinha quer ser falado, já foi falado. Agora, jovens, deixem de boréstia, alistem-se e apresentem sugestões. O Brasil precisa de vocês.